Fórum do Socialismo

Fórum criado com o objetivo de reunir pessoas de Esquerda, principalmente as que tenham uma visão socialista/marxista e anti-imperialista.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Revelado relatório secreto sobre o filho de Stalin preso no campo de concentração nazista

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin


Mensagens : 189
Data de inscrição : 02/11/2015

30092017
MensagemRevelado relatório secreto sobre o filho de Stalin preso no campo de concentração nazista

Revelado relatório secreto sobre o filho de Stalin preso no campo de concentração nazista





O canal de televisão "Zvezda" continua uma série de publicações da chamada "pasta especial" de Stalin - estes são documentos secretos que caíram sobre a mesa do Secretário Geral do Comitê Central do PCUS (B.).

Alguns desses relatórios foram classificados até hoje, mas com alguns que entraram nesta rubrica, a classificação do sigilo foi recentemente removida. Para publicação, o período de 1944 a 1953 foi escolhido - desde o momento em que o Exército Vermelho começou a avançar com sucesso contra as tropas de Hitler, até a morte de Joseph Stalin.

No início de março de 1945, Stalin estava na mesa com o relatório mais secreto do chefe da NKVD, Beria, sobre os detalhes da detenção do filho mais velho do líder soviético Yakov Dzhugashvili em cativeiro alemão. Yakov foi à frente em 1941, foi capturado e morreu no campo de concentração nazista em 1943.

De acordo com o relatório, no final de janeiro de 1945, as tropas da Primeira Frente da Bielorrússia libertaram um grupo de oficiais iugoslavos do campo alemão, entre os quais o general Stefanovich, que foi mantido no mesmo campo de concentração junto com o filho de Stalin, Yakov.


"Stefanovich freqüentemente foi caminhando até o tenente senador Dzhugashvili durante seus passeios e 15 vezes durante sua permanência no campo chegou ao quarto. Stefanovic ofereceu repetidamente ajuda financeira em nome dos oficiais iugoslavas, mas ele se recusou categoricamente, afirmando que ele não quer se destacar por seu conteúdo em cativeiro dos outros oficiais soviéticos ", diz o relatório.

Ele também conta como eles mantinham o filho de Stalin em cativeiro - em uma sala separada, perto da qual os relógios estavam ao redor.

"Dzhugashvili se comportou de forma independente e orgulhosa. Quando um oficial alemão entrava na sala, ele nunca se levantava diante dele e muitas vezes virava as costas para o oficial alemão. Por isso, Dzhugashvili foi muitas vezes preso em uma cela de punição ", o testemunho do general iugoslavo é citado no documento.


Também diz que a imprensa alemã postou uma suposta "entrevista" com Yakov Dzhugashvili, onde ele caluniu a União Soviética. No entanto, quando Stefanovich contou sobre isso em uma caminhada, Dzhugashvili negou o próprio fato da entrevista - ele afirmou que nunca havia respondido a nenhuma pergunta política ou militar. O filho de Stalin também disse que não duvidava que a Alemanha fosse derrotada e, de acordo com o documento, falou sobre os alemães "com desprezo e indignação".

"Em setembro de 1942, os oficiais iugoslavos tentaram escapar, e eles fizeram um túnel de seus quartéis, mas, como a saída mais próxima era a sala em que Dzhugashvili vivia, uma escavação foi feita sob seu quarto. Isto tornou-se conhecido pelo comandante do campo, que viu nisto a fuga preparada de Dzhugashvili, colocou-o em um bloqueio, concretou o chão e alguns dias depois, nas ordens de Berlim, Dzhugashvili foi retirado do acampamento por avião em uma direção desconhecida ", diz o documento.


Depois disso, Stefanovich não viu mais Yakov Dzhugashvili.

O filho mais velho de Joseph Stalin, Yakov Dzhugashvili, nasceu em 1907. Ele teve um relacionamento difícil com seu pai, que não aprovou seu casamento, mas depois, sob o conselho de seu pai, Yakov tornou-se militar. Em 22 de junho, Stalin instruiu seu filho: "Vá e lute!". Em julho de 1941, Yakov Dzhugashvili mostrou heroísmo em batalhas e foi apresentado ao prêmio, mas mais tarde no mesmo mês foi capturado. Os alemães o mantiveram por dois anos em diferentes campos, e até mesmo, de acordo com algumas informações, ofereceram-se para trocá-lo pelo cacique Marechal Paulus, ao qual Stalin supostamente respondeu: "Não troco o soldado pelo Marechal de Campo". 14 de abril de 1943, Yakov Dzhugashvili morreu, correndo para o fio do campo de concentração sob alta tensão - antes de sua morte ele gritou maldições ao sentinela, violou a ordem e também foi baleado.

*Traduzido por Eduardo Lima

Fonte: https://tvzvezda.ru/news/qhistory/content/201709281358-eab5.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://socialismo.forumeiros.com

 Tópicos similares

-
» [Brasil] Negociação sobre caças da FAB azedou relação entre Dilma e Jobim
» ASAS ALEMÃS SOBRE O RIO POTENGI
» Curiosidades sobre as alturas...
» Sites sobre aviação virtual internacional
» Dúvida sobre uso de cartas (LOC Y e LOC Z)
Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Revelado relatório secreto sobre o filho de Stalin preso no campo de concentração nazista :: Comentários

Nenhum comentário.
 

Revelado relatório secreto sobre o filho de Stalin preso no campo de concentração nazista

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum do Socialismo :: História :: União Soviética/Rússia-
Ir para: